Tudo o que você precisa saber sobre os lances

0
Tudo o que você precisa saber sobre os lances

Entenda mais sobre o funcionamento dos lances dentro dos leilões

Os lances são a característica principal de qualquer leilão. Sem eles, os leilões perdem sentido. Neste post, vamos explicar o que são, quais os tipos e como funcionam os lances.

O que é lance?

É o valor ofertado pelos interessados na aquisição de lotes que estão apregoados, ou seja, disponíveis em leilão. Lembrando que lote é o bem ou conjunto de bens que estão em leilão. Cada novo lance deverá ser sempre superior ao valor do lance ofertado anteriormente por outro comprador. 

Quais os tipos de lance?

  • Lance inicial: nos leilões judiciais, o lance inicial é o valor estipulado pelo juiz responsável para o início do apregoamento dos bens. E nos leilões extrajudiciais é o menor lance que o comitente (vendedor) aceita pelo lote Geralmente, os avaliadores do próprio vendedor  sugerem a precificação do bem junto ao leiloeiro.
  • Lance condicional: é chamada de lance condicional a situação em que o bem apregoado em leilão recebe um lance inferior ao valor mínimo já definido. Nesses casos, o lance é recebido pela empresa gestora do leilão, que irá transmitir a oferta ao comitente e/ou juiz (leilões judiciais). O comitente ou juiz pode aceitar, rejeitar ou fazer uma contra proposta.
  • Lance automático: algumas empresas gestoras de leilões, como a Lut Leilões, oferecem a possibilidade de o comprador dar o lance automático, que pode ser ofertado em situações em que o arrematante não tem disponibilidade para acompanhar o leilão em tempo real, por exemplo. O arrematante encontra um leilão de seu interesse e pode estabelecer previamente o valor máximo que deseja pagar no lote e o sistema irá cobrindo os lances de valor inferior automaticamente até chegar no valor estabelecido pelo interessado.

Outro termo importante no universo dos lances é o incremento mínimo, que corresponde ao valor mínimo definido pela gestora de leilões para o aumento do valor de cada lance ofertado. Como já vimos, no leilão, o valor do bem apregoado aumenta de lance a lance, de acordo com a oferta dos compradores. Na prática, funciona assim: vamos supor que o lance inicial de um leilão é R$ 1.000,00 e o incremento mínimo é de R$ 50,00. O próximo lance deve ser de, no mínimo, R$ 1.050,00, porque somamos o incremento mínimo ao valor atualizado do bem no leilão.

É importante ressaltar que o valor do incremento mínimo pode ser alterado pela gestora no decorrer do leilão. Uma vez respeitado o valor do incremento mínimo definido, o comprador poderá ofertar o valor de lance que desejar para aquisição do lote desejado. 

Como posso dar meus lances?

Para participar, basta escolher o bem pretendido no site da gestora de leilão, se informar sobre as condições de venda e se cadastrar. Assim, você receberá todas as informações sobre o leilão que deseja participar e pode, também, já dar o seu lance automático. Ou, no dia e horário do leilão, entrar no site da empresa responsável pelo leilão e dar os seus lances.

A Lut Leilões foi pioneira na habilitação de leilões judiciais no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), e, hoje, gere leilões de imóveis, carros, motos, caminhões, máquinas, produtos de informática, entre outros. Todos os leilões podem ser acessados aqui. Além disso, seus canais de atendimento e divulgação estão constantemente abertos para que você tenha o máximo de informações sobre os bens  em leilão