Os leilões, no formato em que são conhecidos hoje, surgiram em 1556, com o surgimento da profissão de meirinho leiloeiro. Embora seja uma forma antiga de venda e compra, esse assunto ainda deixa muitas dúvidas. Pensando nisso, preparamos esse post, com informações simples e detalhadas sobre o funcionamento de um leilão, para que você entre de vez nesse universo que pode ser extremamente vantajoso.

Afinal, o que é um leilão?

O leilão é um mecanismo de venda pública que permite participação de um grande número de interessados na compra de um bem. É importante dizer que o leilão é considerado de venda pública porque qualquer pessoa pode participar (respeitado alguns critérios que vamos listar abaixo).

Como funciona um leilão?

Hoje, existem os leilões presenciais e os leilões on-line. Ambos funcionam da mesma maneira: quem der o lance de maior valor financeiro, a partir de um preço mínimo estabelecido sobre o bem leiloado ou lote do leilão, vence a compra, ou seja, arremata o bem, como se diz na linguagem do setor.

A principal diferença entre os leilões online e presenciais é que, no leilão online, o participante pode dar um lance antecipadamente, sem ter que esperar a data e horário de início do leilão. Para isso, basta entrar no site da gestora do leilão e cadastrar o limite máximo do seu lance identificando-o como “automático”, isso fará com que o sistema vá lançando por você até chegar ao seu limite cadastrado. Mas, é importante comentar que é preciso acompanhar o fechamento do leilão no dia e hora marcados, para não deixar de se manter na disputa com outros lances.

Acesse nosso Kit – Tudo o que você precisa saber para participar de um leilão!

Quais bens posso comprar e vender em leilão?

Todos os bens que tenham origem comprovada dentro de uma série de condições jurídicas para a realização do leilão. Aqui se enquadram imóveis, carros, motos, joias, obras de arte, roupas, máquinas, caminhões e uma infinidade de produtos.

Quem pode participar dos leilões?

Qualquer pessoa física ou de representação jurídica com mais de 18 anos pode participar de um leilão.

Como participar?

Para comprar um bem, é importante que o interessado leia o edital do bem que deseja e se habilite no site da gestora do leilão. Já para aqueles que desejam colocar um bem à venda, basta entrar em contato com a empresa gestora de leilões e verificar os procedimentos internos e possíveis valores que serão cobrados para colocar o leilão no ar.

Quais as vantagens de comprar e vender em leilão?

A principal vantagem para quem deseja comprar um bem em leilão é o valor. Em 99% dos leilões, os bens ofertados estão com valor de lance inicial bem abaixo do mercado.  Já para aqueles que desejam vender, o leilão é a garantia de previsibilidade e rapidez do pagamento. Como os leilões têm datas para encerramento, o vendedor já sabe se conseguiu vender o bem ou não e, em caso de venda, o pagamento deve ser efetuado pelo comprador em até 24 horas.

Conclusão

O universo dos leilões pode parecer um pouco complicado, mas as plataformas das gestoras de leilão facilitam o cadastro e o entendimento do funcionamento de cada leilão, ao disponibilizar os editais, datas de abertura e encerramento, além de manter canais de atendimento ao cliente. Para te ajudar ainda mais na missão de iniciar sua compra ou venda nos leilões, indicamos um glossário completo, com os termos mais utilizados.

Confira as oportunidades da Lut Gestora de Leilões.