Leilão Judicial ou Leilão Extrajudicial? Descubra quais são as principais diferenças!

0
Leilão Judicial ou Leilão Extrajudicial? Descubra quais são as principais diferenças!

Muito se fala sobre os leilões judiciais e os leilões extrajudiciais, mas você sabe quais são as diferenças entre eles?

Não há dúvidas de que os leilões são excelentes oportunidades de se ganhar dinheiro, de uma forma simples, prática e totalmente segura. Porém, por mais que a forma de se oferecer os bens seja a mesma, existem diferentes tipos de leilão.

Basicamente, os leilões se dividem entre judiciais e extrajudiciais, termos que podem soar um pouco confusos à primeira vista, mas que poderão ser melhor compreendidos depois de uma explicação simples e direta.

Entenda exatamente o que é um leilão judicial e um extrajudicial, quais são as principais diferenças entre eles e qual é a opção mais recomendável, seja para quem quer aderir à profissão de leiloeiro ou saber mais sobre o assunto.

O Que é um Leilão Judicial?

Sempre que se ouve a palavra judicial, de imediato associa-se algo relacionado à Justiça, o que também é verdade nesse caso.

Os leilões judiciais acontece quando a Justiça determina que algum bem deve ser vendido, de modo que o valor arrecadado com essa venda seja utilizado para o pagamento das dívidas do credor.

Por exemplo, caso alguém tenha contratado um financiamento imobiliário para a aquisição de um carro, é quase certo de que o contrato conta com uma cláusula de alienação fiduciária, que determina que o próprio bem é a garantia do financiamento.

Depois de passado um tempo, o devedor não consegue mais arcar com o pagamento das parcelas do veículo. Então, o credor entra com um processo de busca e apreensão, que consiste na apreensão do veículo e em seu posterior leilão.

Então, o veículo vai para leilão mediante a execução de uma ação judicial, o que o torna, consequentemente, um leilão judicial.

Isso em nada implica na legalidade do carro, apenas ressalta que o leilão foi ingressado por determinação da Justiça. Logo, quem adquirir o bem poderá usufruir dele normalmente, média te a transferência do veículo para o seu nome.

O Que é um Leilão Extrajudicial?

Por sua vez, sempre que se lê ou ouve o prefixo “extra”, já se pensa em algo que é de fora, como algo extraordinário, que está fora do ordinário, ou extraterrestre, que é de fora da Terra. Aqui, a regra também se aplica.

Os leilões extrajudiciais, também conhecidos como leilões empresariais, é aquele que está fora do âmbito judicial, ou seja, não é realizado mediante alguma ação judicial. Em outras palavras, um leilão extrajudicial é um leilão comum.

Por exemplo, uma empresa conta com um inventário de móveis e eletrônicos, dos quais deseja se desfazer por motivos de mudança de estabelecimento ou de não precisar mais deles. Então, ela oferece os bens em um leilão extrajudicial.

Essa é uma forma bastante prática e eficiente de comercializar bens e itens, sejam eles de quaisquer valores e em qualquer quantidade, benéfica tanto para os vendedores quanto para os compradores.

Leilão judicial ou extrajudicial saiba quais são as maiores diferenças

Leilão Judicial x Extrajudicial: Qual é o Melhor?

Não há como definir qual é o melhor tipo de leilão. Para o comprador, não há muita diferença, já que ele passará a ser o novo proprietário dos bens oferecidos, sejam eles quais forem.

Para quem vende, o leilão judicial é o resultado de uma ação judicial, ao passo que o leilão extrajudicial é um processo relativamente mais simples, que não conta com nenhuma participação da Justiça. Porém, ambos apresentam a mesma validade.

Na maioria das vezes, bens de maior valor, como veículos e imóveis, são oferecidos na forma de um leilão judicial, já que estes são tomados como garantia no momento da contratação de um financiamento automotivo ou imobiliário.

Por exemplo, entre os leilões judiciais mais famosos do Brasil, encontram-se propriedades de grandes empresas, itens apreendidos na alfândega e até mesmo bens de pessoas envolvidas em operações como a Lava Jato.

Por sua vez, é mais comum encontrar roupas, móveis, eletrônicos, eletrodomésticos e demais bens de consumo na forma de leilões extrajudiciais, já que estes praticamente não são tomados como garantia.

No final das contas, compete a cada pessoa procurar pelos bens que mais lhe interessarem e, posteriormente, participar dos leilões.

Como Participar dos Leilões?

Hoje em dia, participar de um leilão ficou muito mais fácil, já que é possível contar com a internet para isso. Os leilões virtuais para a compra de carros, por exemplo, são oportunidades inigualáveis de adquirir bens de alta qualidade por preços bem abaixo da média do mercado.

É perfeitamente possível economizar com os leilões online, já que os itens e bens são oferecidos a preços mais convidativos justamente para atrair o interesse de mais participantes.

Participar de um leilão online é uma ótima forma de adquirir bens e itens de alta qualidade e com preços muito mais baixos do que geralmente se vê por aí. Por isso, não perca mais tempo e aproveite as oportunidades inigualáveis que aparecem apenas nos leilões!